quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Não, não quero um namorado

Eu quero-o é a ele como namorado. Totalmente diferente.

Sou má pessoa, eu sei

E pronto, agora são só casalinhos in love à minha volta. Claro que fico muito contente por ver os meus amigos felizes, mas sinto assim uma pontinha (pequenininha) de inveja. Parece que a felicidade bate à porta de toda a gente menos à minha.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Tenho estagiária para troca

A ver se a gente se entende: quando eu disse que me dava jeito uma estagiária, não era propriamente uma com 57 anos. E não, não estou a exagerar, ela tem mesmo 57 anos. Como é que eu vou ter coragem de pôr uma senhora mais velha do que a minha mãe a fazer aquelas tarefas mais chatas de que eu tanto me queria livrar? E aquela ideia espectacular de a mandar lavar o meu carro, que me ocorreu de imediato quando me contactaram a perguntar se eu estaria interessada em orientar um estágio? Eu estava a contar explorar uma miúda de 22 anos acabadinhos de fazer, assim acho que não consigo...

domingo, 25 de setembro de 2011

Enough is enough

Farta desta montanha russa emocional e de me sentir completamente bipolar no meio disto tudo. Que venha a euforia de te ter, ou a tristeza imensa de te perder, mas isto assim não pode continuar.

sábado, 24 de setembro de 2011

Olá século XXI

Em menos de duas semanas aderi ao Facebook, ao Google + e ainda juntei um Blackberry ao Android que já tinha.

Verão 2011

O melhor bronze de sempre. As noites mais longas. As caipirinhas e os mojitos de volta. Os brindes. A amizade. Os sorrisos. A cumplicidade. As gargalhadas. A música. As bolas de espelhos. As viagens longas com as janelas do carro abertas. O rio Tua. Albufeira. A Baixa e as Galerias de Paris. Os beijos. Os olhares que arrepiam. Os arraiais. O telemóvel a tocar. A paixão. A taquicardia. As unhas pintadas de verde menta, de rosa Barbie e de laranja fluorescente. As fotos para mais tarde recordar. Os abraços de grupo. A felicidade nas coisas simples.

Foi um Verão como há muito não tinha. Outono, bring it on!

sábado, 17 de setembro de 2011

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

O quão vazia anda a minha vida

O regresso às aulas depois de um dia de trabalho super cansativo é o ponto alto da minha semana.

Rendi-me

Há 48 horas com conta no Facebook. Cheira-me que não vou ter autocontrolo suficiente para evitar ver aquilo que me vai deixar de rastos.

Cinderela gosta disso

Moçoilos bem parecidos e a cheirar bem, que deixam o meu gabinete perfumado quando saem.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

From high to low

É incrível como tudo muda no espaço de uma semana. Hoje é outra vez sexta-feira, mas por mim bem que podia ser segunda ou terça.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Fase avestruz oficialmente terminada

Ontem tirei a cabeça da areia.

Don't chase me anymore, unless you're ready to catch me.
 
Grey's Anatomy

sábado, 3 de setembro de 2011

Quando é que percebes que fomos feitos um para o outro?

O facto de usares leis e teorias da Física para explicar aquilo, é tão nerd que chega a parecer uma coisa minha.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

01.09.2008

Exactamente três anos deste trabalho de que já não gosto nem um pouco (ok, talvez haja aqui alguns resquícios de depressão pós-férias...). Muita vontade de mudar, mas muito pouca iniciativa. Preciso urgentemente de me organizar e de dar a volta a isto.

Para começar bem o mês

Agosto foi o mês dos desencontros. Primeiro foram as férias dele. Duas semanas lá longe. Depois ele voltou, e foi a minha vez de ir de férias. Quinze dias passados entre o Algarve e Trás-os-Montes. Tínhamos planeado estar juntos no dia em que eu chegasse, mas a empresa trocou-lhe as voltas e mandou-o para fora, em trabalho. E assim se passou um mês inteiro, trinta e um dias, em que só nos vimos quatro vezes.

Hoje ele regressa e faz questão de vir logo ter comigo. E eu tenho o coração a sair pela boca, de tanta ansiedade.